Receita libera primeiro lote da restituição neste mês

Por conta da pandemia do novo Coronavírus a Receita Federal resolveu antecipar o pagamento da Restituição do Imposto de Renda 2020 ano base 2019.

Mesmo adiantando a entrega da declaração do Imposto de Renda para o dia 30 de junho, segundo a Receita Federal, o pagamento do primeiro lote da Restituição estará disponível a partir de 29 de maio.

Imposto de Renda 2020

São obrigados a entregar a Declaração do IRPF 2020 ano base 2019 as pessoas que:

– receberam acima de R$ 28.559,70 de renda tributável;

– obtiveram ganhos de capital na alienação de bens ou direitos,

– realizaram operações na bolsa de valores que estão sujeitos à tributação;

– tiveram renda maior que R$ 142.798,50 em atividade rural;

– tiveram posse ou propriedade de bens ou direitos acima de R$ 300.000,00;

– passaram a condição de residente no Brasil até 31 de dezembro de 2019;

– receberam mais de R$ 40 mil isento, não tributável ou tributável na fonte no ano;

– venderam um imóvel e compraram outro no prazo de 180 dias e utilizaram a isenção do IR na venda

A multa para quem não entregar a declaração do imposto de renda 2020 é de 1% sobre o valor devido ao mês. O valor mínimo é de R$ 165,74 e o máximo podendo chegar a 20% do imposto devido.

No primeiro lote serão priorizados idosos acima de 80 anos, contribuintes que estão entre 60 e 79 anos, deficientes físicos ou mental ou com doença grave e aqueles que possuem como fonte principal o magistério.

Restituição 2020

Neste ano a Receita Federal mudou o calendário de pagamentos da Restituição do Imposto de Renda 2020, ano base 2019, para cinco lotes. Os contribuintes vão receber mais cedo a restituição neste ano. O primeiro lote será pago no dia 29 de maio e os demais em 30 de junho, 31 de julho, 31 de agosto e 30 de setembro.

A consulta para saber se o contribuinte será contemplado no lote de pagamentos da restituição do imposto de renda geralmente é liberada pela Receita Federal um pouco antes do pagamento do lote.

Pagamento Restituição 2020

A Receita Federal efetuará o pagamento da Restituição 2020 na conta corrente em que foi informado no momento do preenchimento da declaração e os valores só serão pagos nos lotes tradicionais do Imposto de Renda, se não houverem inconsistências na declaração. Se houver algum erro ou pendência, a restituição somente será liberada após a correção da declaração.

Os valores serão corrigidos pela SELIC (taxa básica de juros). Se o contribuinte não resgatar no período determinado pode efetuar o requerimento pela internet, preencher um formulário eletrônico, ou poderá acessar direto o e-CAC, no serviço Extrato de processamento da DIRPF.

Consultar Restituição do IR

Para verificar se você está no lote de Restituição 2020 do Imposto de Renda consulte o Portal da Receita. Caso o valor não seja creditado, o beneficiário pode recorrer a qualquer agência do Banco do Brasil (BB), ou pelas centrais de atendimento. Se houver algum erro ou pendência, a restituição somente será liberada após a correção da declaração.

Cronograma Restituição 2020

Abaixo segue o cronograma de pagamentos da Restituição 2020 do Imposto de Renda:

DataLote
29 de maio1º Lote
30 de junho2º Lote
31 de julho3º Lote
31 de agosto4º Lote
30 de setembro5º Lote

Palavras chave: Imposto de Renda 2020, IRPF 2020, Imposto de Renda 2020, Declaração do Imposto de Renda 2020, Restituição 2020, Restituição do Imposto

Fonte: receita.fazenda.gov.br