Prazo para saque do abono salarial foi prorrogado

O Ministério do Trabalho informou nesta quarta-feira (06) que mais de 1,2 milhão de trabalhadores de todo o país ainda podem sacar o abono salarial do PIS/Pasep referente ao ano-base 2014. O volume total de recursos disponíveis chega a R$ 1,084 bilhão.

No Estado de São Paulo, 405.888 pessoas ainda não retiraram o abono. Nele estão concentrados 33% do total destes trabalhadores, envolvendo R$ 357 milhões do recurso disponível. O prazo que havia terminado na quinta-feira(30), sendo prorrogado na sexta-feira (1º), para que trabalhadores façam o saque do abono salarial do PIS/Pasep, referente ao ano-base de 2014.

Quem perdeu o prazo poderá retirar o abono entre 28 de julho e 31 de agosto.

Para ter direito ao abono salarial de 2015, o trabalhador precisa:
– estar cadastrado no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos;
– ter recebido remuneração mensal média de até 2 salários mínimos em 2014;
– ter exercido trabalho remunerado por pelo menos 30 dias em 2014;
– ter os dados atualizados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais

Como sacar o PIS/Pasep
– Antes de sacar o PIS, o trabalhador deverá verificar se o benefício não foi depositado diretamente na conta. Caso contrário, deve comparecer com o Cartão do Cidadão e senha cadastrada nos terminais de autoatendimento da Caixa ou em uma Casa Lotérica. Se não tiver o Cartão do Cidadão, o beneficiado pode receber o abono em qualquer agência da Caixa mediante apresentação de um documento de identificação.

O valor equivale a um salário mínimo vigente na data de pagamento, atualmente em R$ 880. Os recursos que não forem sacados retornam para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

Fonte: g1.globo.com