Dicas para consultar restituição do imposto de renda 2017

Imposto de Renda 2017

Separamos algumas dicas e informações para auxiliar você a consultar restituição do imposto de renda 2017. Neste ano a Receita Federal recebeu mais de 28 milhões de declarações do Imposto de Renda da Pessoa Física.

O Prazo para a entrega da declaração foi até o dia 28 de abril. Para quem perdeu este prazo estará sujeito ao pagamento de uma multa no valor de R$ 165,74 com a possibilidade de chegar até 20% do valor devido.

São obrigados a entregar a Declaração do IRPF 2017 as pessoas que receberam acima de R$ 28.559,70, tiveram ganho de capital ou operações na bolsa: obtiveram ganhos de capital na alienação de bens ou direitos, ou operações em bolsas de valores que estão sujeitos à tributação, tiveram maior que R$ 142.798,50 em atividade rural, tiveram posse ou propriedade de bens ou direitos acima de R$ 300.000,00 e passou a condição de residente no Brasil até 31 de dezembro de 2016.

Restituição 2017

A restituição do Imposto de Renda 2017 vai continuar em 7 lotes, como ocorreu no ano passado, nos meses de junho a dezembro, além de lotes multiexercício para quem caiu na malha fina. As consultas dos lotes geralmente são liberadas pela Receita Federal na primeira semana de cada mês e o pagamento segue o seguinte cronograma: primeiro lote o dia 16 de junho, segundo lote 17 de julho, terceiro lote 15 de agosto, quarto lote 15 de setembro, quinto lote 16 de outubro, sexto lote 16 de novembro e sétimo lote em 15 de novembro.

Pagamento Restituição 2017

Segundo a Receita Federal o pagamento da restituição será efetuado na conta corrente em que foi informado no momento do preenchimento da declaração e os valores só serão pagos nos lotes tradicionais do Imposto de Renda, se não houverem inconsistências na declaração. Se houver algum erro ou pendência, a restituição somente será liberada após a correção da declaração.

O contribuinte poderá realizar a consulta da restituição do Imposto de Renda 2017 para Pessoa Física no Portal da Receita Federal, informando o CPF, ano da restituição e data de nascimento.